ENEM 2009 E NOSSOS RESULTADOS

05/02/2010

Sabíamos que o Enem 2009 ia gerar polêmicas. Sabíamos desde quando, no dia imediato ao cancelamento da prova por vazamento dos gabaritos, vimos no rosto de nossos alunos um quê de decepção. Percebemos que muitos ficaram realmente aborrecidos, porque experimentavam de perto o gosto amargo de uma daquelas palavras que assustam o País: fraude. A esta, a mídia foi acrescentando: incompetência, prejuízo de muito dinheiro, descaso com a educação...

E justamente no ano em que se anunciaram várias e louváveis modificações na elaboração do exame... Um novo ânimo havia tomado conta de todos os que se interessam por educação, porque o Enem deu um passo significativo de qualidade. Foi exatamente isso que fomos mostrando aos nossos alunos e eles gostaram, sentindo-se valorizados.

Outro aspecto que nada favoreceu a realização do Enem 2009 foi a escolha de uma nova data: problema complicado que acarretou acúmulo de provas, visto que os vestibulares começam logo, e fez com que as notas do exame nacional não pudessem ser consideradas por importantes universidades.

Do Emilie, apenas 20% dos alunos da 3ª série do ensino médio que haviam se inscrito para o exame compareceram para a nova convocação. Não é o que ninguém desejava, nem esperava, mas que já se intuía.

E a hora da classificação chega para todas as escolas do País como um novo momento de prova. É a hora de provar quem é quem. Questão delicada, dizem os especialistas, porque o Enem não é obrigatório, porque o Enem não se vincula, oficialmente e para todos os estudantes, ao ingresso nas universidades, porque ainda não se criou uma cultura de avaliação nacional, porque, sendo facultativo, os alunos que o fazem não podem responder pelo desempenho do conjunto.

De forma alguma isso serve para justificar totalmente nossa classificação em centésimo trigésimo oitavo lugar, com a média geral 6,22. Não só queremos mais, mas trabalhamos para tanto e muito. E se essa colocação não nos distancia enormemente do primeiro colocado que obteve 7,49, não corresponde ao que nossos alunos podem render em termos de resultados. Isso ficou patente no grande número de ingressantes nas universidades da turma de 2009 e ficará ainda mais neste ano.

Com certeza, nenhum problema ocorrerá na realização do Enem e nossos alunos encontrarão estímulo e coragem para enfrentar os dias de prova. Sem querer fazer trocadilho, um ranking não prova muita coisa, mas causa certo efeito. Aqui não trabalhamos por efeitos incertos, mas por causa maior, certos de que nossos alunos saberão provar que sabem muito.

 

  

O Colégio Emilie de Villeneuve parabeniza os alunos que passaram nos vestibulares mais concorridos do País.

  Confira a lista parcial dos aprovados no vestibular de 2009/2010.   

Pedro Ivo Dias Secco, aluno do Emilie,  fica em primeiro lugar para curso de Letras-Espanhol  na USP.

Confira seu depoimento.

 Por que o Colégio?

Pois é. Um monte de gente falou que ia ser na faculdade que eu ia aprender a estudar sério mesmo, e que, com certeza, eu ia apanhar muito no primeiro ano para chegar a isso. Mas percebi que não foi bem assim. E confirmei no fim do tal primeiro ano: fiquei em segundo lugar de 849 alunos no ranqueamento geral, e em primeiro para o curso de espanhol, fazendo Letras na USP.

                    Se você é aluno do Emilie e seu nome não está na lista, procure o departamento de Comunicação:

Comunicação - Assessoria
(11) 5671-8888 ramal 230
assessoria@colegioemilie.com.br

              


RELACIONADAS

Nenhuma notícia relacionada
X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok