Inclinômetro

14/04/2016

Inclinômetro


Um experimento científico pode ser um importante momento de aprendizagem não só para os alunos, mas também para os professores. Em nosso experimento do plano inclinado na Ladeira do Emilie, alunos e professores ocupam a rua para explorar o comportamento de objetos na ladeira e descobrir os ângulos de sua inclinação. Trata-se de uma atividade complexa em que alunos manipulam uma série de artefatos científicos. Neste ano, a atividade também foi tema de estudo sobre ensino de Física em nosso Simpósio.

Com isso queremos caracterizar a relação de ensino-aprendizagem como uma imersão enunciativa, um mergulho nos enunciados científicos que se realizam em diversas atividades do ensino de Ciências Naturais na educação básica. Nelas os estudantes operam com diversos gêneros da ciência: da ciência no cotidiano, da divulgação científica, da atividade experimental, dos vestibulares, dispositivos móveis para investigação e modelagem de fenômenos. Por meio desses gêneros do ensino, os aprendizes descobrem a necessidade de mobilizar novas formas enunciativas, diferentes das que utilizam no cotidiano, para resolver a situação problema, tornando mais complexos os conceitos referentes aos fenômenos estudados. 

Para explorar essas ideias, analisaremos uma sequência didática de uma atividade experimental, na qual os alunos da primeira série do ensino médio mediram o ângulo de inclinação de uma rua (a ladeira do Colégio Emilie), interagindo com as pessoas na rua e utilizando métodos experimentais diversos em sua investigação. Na atividade, os alunos estabeleceram um contraponto entre as concepções cotidianas e científicas, realizaram entrevistas com transeuntes, fizeram medições e elaboraram os dados experimentais para produzir um relatório.

Nessa atividade emergiram formas novas de explorar os dispositivos experimentais e tecnológicos, como pêndulos, Inclinômetro, applets, que possibilitaram aos alunos expressarem sua autoria. Com eles pudemos analisar como atividade foi mediadora desse processo de ensino-aprendizagem e como os produtos dessa mediação expressam os papéis e sentidos da atividade escolar.

Os registros em vídeo e áudio, os materiais produzidos, foram apresentados no XIX Simpósio de Educação da Rede Azul deste ano, no Emilie, cujo tema foi a Escola do Século XXI.  


 
José Luís Ortega, professor de Física

RELACIONADAS

Com balas e marshmallows, a 1ª série do Ensino Médio aprende geometria molecular....

Criar um personagem, com características específicas, com roupas a elas adequadas e fazê-los atuar numa cena completa foi o desafio proposto...

X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok