História do Colégio

RELACIONADAS

Confira as fotos da comemoração de 60 anos do Colégio Emilie!...

Confira a programação e faça sua inscrição!...

Coordenação do Colégio Emilie de Villeneuve participa da VI Jornada Pedagógica...


O Colégio Emilie de Villeneuve foi fundado em 1º de fevereiro de 1955 pelas Irmãs da Congregação de Nossa Senhora da Imaculada Conceição de Castres, mais conhecidas como Irmãs Azuis.

Eram conhecidas como “azuis” em razão da cor do hábito que utilizavam. Em todos os lugares da congregação, as Irmãs dedicavam-se à educação, aos doentes e aos pobres. Era reflexo da visão de Emilie que atendia aos apelos dos carentes da realidade que a circundava: crianças sem instrução, meninas em situação de risco de prostituição, doentes e prisioneiros.

Após a fundação da Congregação, suas primeiras missionárias rumaram à África. Em 1904, a complicação da vida dos religiosos na França por motivos políticos as obrigou a seguir a Espanha e Itália, cruzando também o oceano rumo ao Brasil e Argentina.

O terreno de 18.420 metros quadrados foi comprado com a intenção de expandir a obra das Irmãs Azuis no Brasil, instaladas no Mato Grosso desde 1904. O espaço serviria ao Noviciado para as futuras Irmãs da Congregação no Brasil, que, até então, dependiam da Argentina para realizar seus estudos de formação à vida religiosa.

Nos anos 50, o colégio era a construção mais vistosa de um bairro praticamente desabitado. As ruas não eram asfaltadas, não havia luz elétrica e o córrego que passava na atual av. Vereador João de Luca transbordava na chuva e deixava o prédio em construção completamente ilhado.

Em 1955, quando tiveram início as atividades da pequena escola, as Irmãs aceitavam alunos de ambos os sexos, embora isso não fosse prática comum na época.


 


X
RECUPERAÇÃO DE SENHA
E-mail:
Preencha o campo acima com seu e-mail de cadastro para receber uma nova senha.
Ok